Belo Horizonte, 01 de Outubro de 2014

ENTREVISTA COM O PASTOR GERALDO ALVES

Quinta feira, 25 de Agosto de 2011
ENTREVISTA COM O PASTOR GERALDO ALVES ENTREVISTA COM O PASTOR GERALDO ALVES ENTREVISTA COM O PASTOR GERALDO ALVES

 

 

ENTREVISTA COM O PASTOR GERALDO ALVES

 

SETEMBRO DE 2011

 

 

Clique na foto ao lado e veja mais fotos.  

 

 

O Pr. Geraldo é um dos pastores da Igreja Batista Smirna. Trabalhou fielmente em várias áreas como a vice presidência da Igreja, como diácono, professor de Escola Bíblica Domincal, Pregador, Tesoureiro da Construção, líder responsável por toda a obra do Templo Azul.      

  
 
 
IGREJA BATISTA SMIRNA: Pr. Geraldo, sabemos que, antes da sua conversão, o senhor foi um católico muito ativo na paróquia do seu bairro. Fale um pouco deste tempo para nossos leitores.
 
 
PR. GERALDO: Para começar, preciso dizer que nasci numa família tradicionalmente católica e, desde cedo, abracei com muita dedicação aquilo que meus avós e meus pais me ensinaram. Participei ativamente de todos os trabalhos para os quais era solicitado. Desde criança, quando já rapaz e até mesmo depois de casado no interior, levava a sério a religião que sempre me fascinava e, por ser muito solicitado, sempre procurei fazer tudo com muito respeito e dedicação.
 
Quando me mudei para Belo Horizonte junto com minha esposa Sílvia e meus dois filhos Wanderley e Walter, enfrentamos muitas dificuldades. Fiquei três anos, mais ou menos, no anonimato da religião até que tomei iniciativa de ir atrás e me ofereci para ajudar o padre José de Almeida, do bairro Salgado Filho, onde residia. Mudei para o Bairro Santa Maria em Outubro de 1973 e comecei a trabalhar com os “Freis Carmelitas”, Frei João e Frei Rafael; depois a Paróquia passou a ser dirigida pelo Padre Januário, depois Padre Tiago e, posteriormente, Padre Pedro. Neste tempo já tinha feito um curso preparatório para “Ministro da Eucaristia”, cargo que exerci por 12 anos.
 
 
 
 
 
IGREJA BATISTA SMIRNA: E como se deu a sua conversão?
 
 
PR. GERALDO: É interessante esta pergunta, pois me faz voltar um pouco ao passado e rever meus conceitos ao apoiar uma religião e a repugnância que sentia pelos “crentes” a ponto de não aceitar nem mesmo uma visita deles em minha casa. Tinha um bom contato com a Bíblia, mas não abria mão do que aprendi desde muito novo.
 
Certo dia fui convidado pela irmã Odete Louzada, da Igreja Batista Smirna, para ir a um culto, onde um ex-ministro da Eucaristia iria pregar e dar o seu testemunho de conversão. Aceitei e fui. Fiquei atento ao que ele dizia até que ele deu uma escorregada quando falou algo que contradizia os costumes de um Ministro da Eucaristia. Naquele momento me inquietei e pedi para falar com ele depois do culto e ele aceitou conversar comigo. Ele se desculpou pelo que tinha dito e combinou fazer uma visita com o propósito de esclarecer algumas dúvidas.
 
Foi aí que o Espírito Santo começou a quebrar o meu ego. Aquilo que eu pensava ser certeza da salvação era simplesmente uma idéia que alimentava meu Eu. Depois de uma longa conversa de quase 4 horas, movido pelo Espírito Santo de Deus, ele me mostrou os versículos de Efésios 2: 8 e 9 e eu desmoronei vendo a contradição daquilo em que eu crera durante toda a minha vida.  “Pela graça sois salvos, por meio da fé. Isto não vem de vós, é dom de Deus...”
 
Convicto, entreguei a minha vida a Cristo para segui-lo e obedecê-lo até o fim.
 
 
 
 
IGREJA BATISTA SMIRNA: Qual foi o impacto da sua conversão entre os seus familiares e no bairro onde você mora, já que era bastante conhecido como Ministro da Eucaristia da Igreja Católica?
 
 
PR. GERALDO: Minha esposa e meus filhos a princípio ficaram surpresos. Minha esposa disse uma certa vez que colocaria a mão no fogo por mim, pois nunca seria um “crente.” Graça a Deus que ela não colocou! Os filhos não tiveram dificuldade; rapidamente foram tomando, também, a decisão de aceitar Jesus e hoje todos são cristãos. Os companheiros do bairro ficaram chocados com a notícia. Não estavam acreditando que um homem que serviu e viveu por tantos anos na Igreja Católica “agora mudasse de religião”. Mas eu não estava mudando de religião: estava tomando uma decisão certa, a mais importante da minha vida, que era a de receber Jesus como meu suficiente Senhor e Salvador.    
 
Muitos chegaram a ir até à porta da Igreja Batista Smirna para ver se realmente era verdade. Muitos viraram o rosto para mim, outros não quiseram conversar mais comigo e me ignoraram, mas se por amor a Cristo eu precisasse passar por tudo isto de novo, passaria.
 
 
 
IGREJA BATISTA SMIRNA: Irmã Silvia, você demorou mais tempo a se entregar ao Senhor Jesus? Como se deu a sua conversão? 
 
 
SILVIA: Eu já ia à Igreja Evangélica escondida do meu marido, porque ele tinha tanta raiva dos “crentes” que nem podia sonhar com isso. Quando ele se converteu, eu estava na casa do Walter, meu filho, em Três Lagoas, Mato Grosso do Sul. Assim que voltei para casa, ele me disse que tinha passado o Ano Novo na Igreja Batista Smirna e estava radiante de alegria porque aceitara Jesus como Salvador e agora era um Cristão evangélico. Fiquei boquiaberta e vi que não havia mais impedimento para que eu, também, aceitasse a Jesus. Foi o que eu fiz, e Glória a Deus, esta foi a melhor decisão da minha vida. Hoje sou uma pessoa muito feliz com meu Salvador e Senhor Jesus!
 
 
 
 
IGREJA BATISTA SMIRNA: Irmã Silvia, a sua família é muito grande. Fale- nos sobre ela.
 
 
SILVIA: Nós hoje somos um grupo de, mais ou menos, 40 pessoas entre filhos, genros, noras, netos e os que estão casando com nossas netas e netos. Quando nos reunimos, parece uma festa; “É só alegria!”. Todos são conhecedores da Palavra de Deus e isto me alegra muito, porque Paulo escreveu na Palavra de Deus algo em que eu creio e quero ver em nossas vidas, “Somos mais que vencedores em Cristo Jesus.” 
 
Quando olho ao meu redor sou infinitamente grata a Deus por tão grande benção. Meu esposo e eu estamos com mais de 70 anos de idade e, graças a Deus, gozando de muita saúde física, mental e espiritual. Aquele que quase foi um padre é, hoje, um dos pastores da Igreja Batista Smirna. Por isso, não podemos desistir e nem desanimar com a nossa família, porque Deus ama a família.
 
 
 
 
 
IGREJA BATISTA SMIRNA: Pr. Geraldo, hoje a sua família está toda convertida e servindo a Deus, na Igreja Batista Smirna. Como conseguiu uma benção tão grande neste mundo tão corrompido.
 
 
PR. GERALDO: Realmente, o mundo tem se corrompido cada vez mais e tem sido difícil permanecer firme, mas a nossa fé está alicerçada no Senhor e temos colocado a nossa família no altar de Deus, todos os dias. É preciso dar lugar ao Espírito Santo de Deus para que Ele possa agir em nós. É difícil, mas não impossível para o Senhor. João 17:15 registra uma oração de Cristo em nosso favor: “Não peço que os tires do mundo esim que os guardes do mal.”
 
Temos três inimigos: a natureza humana, o mundo e Satanás, mas o nosso Deus é maior do que tudo e todos e é Ele quem nos dá a vitória. É como a Bíblia diz em João 16:33 “Estas coisas vos tenho dito para que tenhais paz em mim. No mundo, passais por aflições; mas tende bom ânimo; eu venci o mundo”.
 
 
 
 
IGREJA BATISTA SMIRNA: A Igreja Batista Smirna começou a construção do seu primeiro templo logo após a sua conversão e o Pr. Joel diz que o senhor foi o “homem de Deus” para esta tarefa. Conte-nos sobre este tempo.
 
 
PR. GERALDO: Em 1987 eu me batizei nas águas e logo tivemos um grande desafio: comprar o lote onde hoje está construído o Templo Azul e para isso começamos a trabalhar com o Pr. Joel de diferentes maneiras. Fizemos feiras, almoços, campanhas, entre outras coisas, além de, literalmente, colocar a mão na massa. Enquanto isto, o Pr. Joel continuava a ganhar e cuidar das ovelhas e nós nos dedicávamos a construir um novo espaço para abrigá-las melhor.
 
Unimos num só corpo, trabalhamos como um só coração, numa só fé, num só amor, felizes porque em tudo tínhamos a “boa mão do Senhor que estava sobre nós”, dando o sustento e guiando para obtermos a nossa vitória.
 
 
 
IGREJA BATISTA SMIRNA: Agora, a Igreja tem o desafio de construir um novo templo, bem maior do que o primeiro. O que o senhor pode dizer para esta nova geração que vai responder a tão grande desafio?
 
 
PR. GERALDO: Primeiro, quero dizer a esta nova geração que dificuldades sempre houve e haverá, mas o meu conselho é que devemos sempre começar pelo principal que é Cristo. Ele deve ser o alicerce de toda a nossa vida. Sabemos que construir na areia não dá certo, temos que construir na Pedra Angular que é Jesus. Se colocarmos este princípio em prática, podemos encarar qualquer desafio, porque é o nosso Deus quem nos dará o suporte para a realização da sua obra.
 
O melhor é que hoje podemos ver o Templo Azul construído e contemplar os milagres que Deus realizou em nós e através de nós naquele tempo. Foram muitas campanhas, mas o melhor é que cada uma delas serviu para nos unir mais como Corpo de Cristo. A nova geração não pode desanimar e nem desistir diante das dificuldades, pelo contrário, temos que investir na construção do novo Templo, pois Deus mesmo se encarrega de sustentar aquele que investe na sua obra.
 
 
Muito obrigado, Pastor Geraldo Alves.
Saiba que a família Smirna reconhece todo o seu empenho, dedicação e amor pelo serviço do Reino em nosso meio. 
Amamos muito você e a sua família!
Que Deus possa acrescentar muitos anos a sua vida e continuar usando- a como tem feito até agora. Que Deus te abençõe!

 



Comentários 1

Nei

Domingo, 20 de Novembro de 2011, às 17:28

Pastor Geraldo e irmã Sílvia: Que saudade daquela noite em sua casa em Bicas: regada a pate-papo, Bambá de Couve e chá de Eva Cidreira! Que tal repetir a dose? Nei




Destaques

Escola Bíblica Dominical - Classes

Saiba mais

Minist. do Culto - Escala Diaconal Setembro

Saiba mais

Ministério de Ensino - Informativo

Saiba mais

Plano Eterno de Deus

Saiba mais

Mas o fruto do Espirito e: amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fe, mansidao, temperanca. Galatas 5:22.

 

Saiba mais

Nenhum evento cadastrado para este dia!

Mundo Maravilhoso de Deus - Nuvem

Mundo Maravilhoso de Deus - Nuvem

Saiba mais
Mundo Maravilhoso de Deus - Arco Íris

Mundo Maravilhoso de Deus - Arco Íris

Saiba mais

Indique nosso site

Como chegar

Rua Emílio de Menezes, 55 – Santa Maria.

31 3388-2430

faleconosco@igrejasmirna.com.br